Notícias

​Diga não ao retrocesso! Diga não a PEC 181!

13.11.17 Geral, Notícias Tags:,

O direito ao aborto no Brasil é constitucionalmente​ permitido em apenas duas situações: em casos em que a gravidez é consequência de estupro e quando há risco de vida para a mãe.

Desde 2015, tramita em comissões especiais o Projeto de Emenda Constitucional (PEC 181) que abole o direito ao aborto inclusive nesses casos. No último dia 8, a comissão especial que avaliava essa PEC votou​​ favorável a esta alteração, por 18 votos a 1.

Os 18 votos favoráveis foram de deputados homens, que não sentem o mínimo receio de passar por situações de violência sexual e muito menos convivem com o receio de uma gravidez de risco.

A violência sexual é um enorme trauma para as mulheres que passam por isso. Permitir o direito de escolha sobre uma gravidez que veio dessa violência é o mínimo de humanidade, que esses senhores não tiveram.

Os movimentos de mulheres no Brasil estão indignados. Na tarde do dia 13, vai haver manifestações em diversas capitais do país e algumas outras marcadas em outros dias.

A Federação Nacional dos Trabalhadores Metroferroviários acredita que esta luta é uma luta de toda a classe trabalhadora. Porque se trata de defender as mulheres da violência e do direito de não prosseguir uma gravidez que surgiu de uma relação sexual não consentida ou de uma condição que arrisca a vida da mulher.

Não a PEC 181!
Abaixo o retrocesso!
É pela vida das mulheres!

Confira os atos pelo país:

Rio de Janeiro – segunda, 13 de novembro, às 17h. Local: Câmara Municipal do Rio

Veja também  Pesquisa revela que população é contra privatizações

São Paulo – segunda, 13 de novembro, às 18h. Local: MASP

Curitiba – 13/11 – 17:00- Praça da Mulher Nua

Belo Horizonte – 13/11 – 17:00 – Praça 7

Porto Alegre – 13/11 – 17:00 – Esquina Democrática

Fortaleza – 13/11- 15:00- Benfica

Belém – 13/11- 17:00 – Escadinha das Docas

Florianópolis: 13/11 – 17:00 – Esquina Feminista

Recife: 13/11 -Esquina da Av. Conde da Boa Vista com Rua 7 de Setembro 17 horas

Ribeirão Preto: 18/11 – Esplanada do Pedro II 9 Horas

Manaus: 13/11 -Largo de São Sebastião – 17 horas

Brasília: 13/11 – Esplanada dos Ministérios – 16 horas

Maringá: 18/11 – Praça Raposo Tavares – 16 horas

Salvador: 13/11 – Praça da Piedade – 14 horas

Campinas: 13/11 – Largo do Rosário – 16 horas

Goiânia: 13/11 – R. Dr. Olinto Manso Pereira, 960 – St. Sul – 18 horas

Taubaté: 13/11 -Praça Santa Terezinha – 17 horas

Juiz de Fora: 16/11 – Câmara Municipal de Juiz de Fora – 17:30

Uberlândia: 13/11 – Centro de convivência UFU – 17 Horas

Campo Grande : 14/11 – Praca Ary Coelho – 18 horas

São Carlos: 13/11 – Biblioteca do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computaçã0 – 17:30

Maceió: 13/11 – Centro de Maceió – 17 horas

Manaus: 13/11 – Largo de São Sebastião – 17 horas

Vitória : 13/11 – Assembléia Legislativa – 17 horas