Notícias

Bolsonaro faz novos ataques aos trabalhadores

09.11.18 Notícias

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou medidas nesta semana que trarão impactos negativos pra os trabalhadores.

Em sua campanha, Bolsonaro havia prometido a diminuição do número de ministérios, e por isso vem propondo a extinção de alguns e junção de outros.

Entre os ministérios que serão extintos está o Ministério do Trabalho, cujas atribuições serão passadas para outras pastas, que ainda não foram indicadas.

Na terça-feira, 6, o próprio Ministério divulgou uma nota reforçando a importância da pasta, que completa 88 anos neste ano.

O anúncio teve impacto negativo, dado que não há certeza da prioridade dada as funções exercidas pelo Ministério, especialmente em relação a fiscalização das condições de trabalho, que já se encontra precarizada e será mais necessária frente o aumento do trabalho informal, da terceirização e dos já existentes casos de trabalho escravo.

Veja também  MG: Sindimetro convoca categoria para Assembleia Geral dia 13/06

Os trabalhadores precisam estar atentos, já que em sua campanha Bolsonaro propôs também a criação de uma carteira verde amarela, sem direitos trabalhistas, e vem prometendo uma redução de direitos maior que a já ocorrida com a Reforma Trabalhista.

O presidente ainda criticou nesta semana a metodologia de cálculo de desemprego do IBGE, em uma declaração com informações equivocadas sobre o tema.