Notícias

Privatizar não é a solução!

18.04.16 Geral, Notícias Tags:, ,

No Metrô privatização significa corrupção, atraso nas obras e aumento de tarifa.

Sofremos hoje com um transporte público sempre lotado, que não nos leva a todos lugares e com altas tarifas. Queremos que ele seja eficiente, mas como? A Fenametro acredita que o transporte público deve ser uma prioridade na agenda dos governos, que deve receber mais investimentos e ser expandido com planejamento.

Não é bem isso que eles tem feito. No ano passado foram anunciadas as privatizações dos metrôs de São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte, cobiçados pelas mesmas empresas que estão envolvidas nos escândalos de corrupção, como a Odebrecht.

Veja também  Reforma da Previdência deixará grande parcela da população sem aposentadoria

No Brasil temos experiências de que a privatização não dá certo, como no caso da Vale, envolvida no desastre de Mariana e o metrô do Rio de Janeiro, que hoje é mais caro do Brasil e que tem as piores condições de trabalho.

Privatizar é ruim para todos. Para os trabalhadores, que tem salários reduzidos e acumulam funções, e para quem utiliza o transporte todos os dias, que sofre com altas tarifas e mais lotações.

Por um metrô público, estatal e de qualidade! Rumo a tarifa zero!