Notícias

O que muda na sua vida com a Reforma Trabalhista?

10.07.17 Destaques, Geral, Notícias Tags:,

Pode ser aprovada nesta terça-feira, 11, uma proposta de completo desmonte dos direitos dos trabalhadores brasileiros. Em discussão no Senado e já aprovada na Câmara, a Reforma Trabalhista prevê uma série de retirada de direitos, que trarão grandes prejuízos para vida dos trabalhadores.

Nós da Fenametro, entidade que organiza os trabalhadores metroferroviários, somos contra esta proposta, e convidamos você a combatê-la e denunciá-la. Participe das manifestações na sua cidade. Confira as razões pelas quais somos contrários a sua aprovação:

“Negociado sobre legislado”

Um dos principais pontos da Reforma é a possibilidade das categorias negociarem acordos coletivos inferiores aos previstos na legislação. A medida reduzirá direitos ao fortalecer os patrões e enfraquecer o poder de negociação dos trabalhadores.

Oficializar “o bico”

Com a Reforma será regulamentado o trabalho intermitente, liberando o contrato por horas de trabalho. Na modalidade o trabalhador não tem nenhuma garantia, não é remunerado quando está inativo e pode ser convocado pelo patrão a qualquer momento.

Veja também  Confira a lista das categorias que já aderiram a Greve Geral

Manutenção da terceirização

Na Reforma é mantida a terceirização irrestrita. De acordo com as estatísticas do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), 82% dos casos de trabalho análogo à escravidão encontrados em 20 anos de combate a esse tipo de crime eram de trabalhadores terceirizados.

Grávidas em ambiente insalubre

Se aprovada, a proposta liberará gestantes e lactantes para trabalhar em ambientes insalubres, o que hoje é expressamente proibido.

Dificuldade de acesso à Justiça do Trabalho

A Reforma limitará o acesso dos trabalhadores à Justiça do Trabalho, com mudanças como a diminuição do tempo para requerer seus direitos.