Notícias

Aumento da passagem é suspenso em BH e ações tentam barrar em demais cidades

14.05.18 Geral, Notícias Tags:,

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais suspendeu nesta sexta-feira,11, o aumento da tarifa da CBTU do metrô de Belo Horizonte.
O aumento, de 88% – de R$ 1,80 a passagem subiu para R$ 3,40 – foi suspenso após ação popular ajuizada pelo deputado federal Fábio Ramalho (MDB).

Em Belo Horizonte, a CBTU acatou a decisão da justiça, e nos demais Estados o aumento permanece.

PSOL tenta reverter aumento nos demais Estados

Os deputados federais do PSOL protocolaram na quinta-feira, 10, um Projeto de Decreto Legislativo (PDC) contra o aumento das tarifas em toda CBTU. Em Belo Horizonte a tarifa passou de R$ 1,80 para R$ 3,40, em Recife de R$ 1,60 para R$ 3,00, e em João Pessoa, Natal e Maceió de R$ 0,50 para R$ 1,00.

Veja também  Não ao aumento da tarifa!

O PDC de nº 928/2018, assinado pelo líder Chico Alencar (PSOL/RJ), susta os efeitos desses aumentos tarifários, constantes na ata da 364ª (trecentésima sexagésima quarta) Reunião Ordinária do Conselho de Administração da CBTU.

A Fenametro acredita que o aumento não vem para beneficiar os usuários e nem mesmo os trabalhadores. O aumento da tarifa elitiza o transporte, dificulta o seu acesso e prejudica a população.

O lucro obtido não é revertido em melhorias no sistema, e por isso, a Federação, que está em luta contra a privatização dos metrôs no Brasil, acredita que quanto maior a tarifa, mais atrativa se torna a concessão do metrô para a privatização. Acreditamos que o transporte público deve ser tratado como um direito, e não pode se estruturar na lógica da mercadoria.

Não ao aumento da tarifa na CBTU!