Notícias

Metroviários de todo país estarão em greve nesta sexta-feira, 14

13.06.19 Geral, Notícias

O Brasil irá parar nesta greve geral. Metrôs e trens de todo Brasil não circularão nesta sexta-feira, 14. A categoria metroferroviária aderiu em peso a Greve Geral e se somará a diversas categorias como bancários, servidores públicos, metalúrgicos, trabalhadores da saúde, educação, condutores e estudantes para derrotar a Reforma da Previdência.

Os metrôs de Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Maceió, João Pessoa, Natal, Brasília e Teresina estarão paralisados nesta sexta. No Rio de Janeiro os metroviários da MetrôRio farão uma assembleia às 18h para deliberar sobre a paralisação, na RioTrilhos a categoria já aderiu a greve.

Em 2017, metroferroviários de todo país paralisaram suas atividades e se juntaram aos 40 milhões de trabalhadores que derrotaram a Reforma de Temer. Neste ano, não será diferente.

Entre as principais medidas da Reforma está a imposição de uma idade mínima para aposentadoria, 65 anos para homens e 62 anos para mulheres – que poderá aumentar de acordo com o crescimento da expectativa de vida -, a contribuição de 40 anos para recebimento de aposentadoria integral e introdução do sistema de capitalização, em que bancos irão gerir as contribuições individuais feitas pelos trabalhadores.

Veja também  29 de Agosto: Dia Nacional da Visibilidade Lésbica

Com essas mudanças, uma grande parcela da população morrerá trabalhando ou se aposentará com um salário miserável.

Acreditamos que não há outra saída que não seja a derrota da Reforma, já que sua totalidade é um ataque aos direitos dos trabalhadores.

A luta dos metroviários também é contra as privatizações, que ameaçam a qualidade do serviço metroferroviário com altas tarifas e redução de funcionários.

Rumo a greve geral!