Notícias

Professores municipais de São Paulo estão em luta contra a Reforma da Previdência de Dória

13.03.18 Notícias, São Paulo Tags:,

Os professores municipais de São Paulo declararam na última quinta-feira, 8, greve da categoria contra a Reforma da Previdência. Proposta pela gestão Haddad, segue em pauta pela gestão de Dória (PSDB). A proposta prevê mudanças na previdência dos funcionários municipais, o Sampaprev, seguindo o exemplo do governo de Michel Temer (MDB).

Na proposta, há um aumento da contribuição previdenciária dos funcionários, que passaria de 11% para 14%, além de uma alíquota suplementar temporária, um acréscimo além dos 14% e que dependeria da faixa salarial do servidor, o que pode resultar em uma contribuição de até 18,2% do rendimento.

Veja também  Metroferroviários de Belo Horizonte aderem a paralisação nacional do dia 15

A Fenametro está em luta contra a Reforma da Previdência em todo país, e apóia a luta dos servidores. Contra a retirada de direitos! Todo apoio a greve da categoria!