Notícias

GM propõe grande retirada de direitos dos trabalhadores

24.01.19 Notícias, São Paulo

A General Motors propôs nesta quarta-feira, 23, uma grande retirada de direitos dos trabalhadores da fábrica de São José dos Campos.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos a proposta da GM inclui 28 pontos, como aumento da jornada de trabalho, terceirização em toda fábica, jornada intermitente e fim da estabilidade no emprego para lesionados.

A empresa utiliza um processo de reestruturação para justificar a retirada de direitos, que é uma tentativa de implementar diversos pontos aprovados na Reforma Trabalhista.

Veja também  Ato pelo Direito de Greve lota Sala do Estudante, em SP

A Fenametro se solidariza com os trabalhadores da GM e está em luta em todo país por nenhum direito a menos.

Sabemos que com o governo Bolsonaro a tentativa de retirada de direitos se ampliará ainda mais, e é preciso unidade dos trabalhadores para barrar estes retrocessos.