Notícias

Privatizações de empresas de transporte público de Portugal são suspensas

01.12.15 Internacional Tags:,

O Parlamento de Portugal suspendeu na sexta-feira, 27 de novembro, os processos de privatização das empresas de transporte público de Lisboa e Porto. As privatizações dos metrôs de Lisboa e Porto e das empresas de ônibus, Carris (Lisboa) e STCP (Porto), foram suspensas.

De acordo José Manuel Oliveira, coordenador nacional da FECTRANS, a decisão do Parlamento é uma resposta a luta dos trabalhadores e da população. “É um forte estímulo a continuidade da luta nas empresas que ainda estão em processos de privatização, como a TAP, a CP-Carga, e o transporte ferroviário de mercadoria”, afirmou, em nota.

Veja também  Trens colidem no Rio de Janeiro, maquinista morre e 8 ficam feridos

O coordenador ainda acredita que a privatização destas empresas foi fruto da política proposta pelo último governo português. “Política que executou os acordos feitos com a Troica (FMI, UE e BCE), de que conduziu ao agravamento da crise econômica, financeira e social em Portugal”, complementa.

No Brasil os metrôs de São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre sofrem uma ameaça de privatização e a Fenametro segue firme na luta contra este processo.

Foto: Baltazar Lizardo Baly

lisboca