Notícias

Relembrar para que nunca mais aconteça

29.03.19 Geral, Notícias

O Brasil viu ser eleito em 2018, 54 anos após o golpe militar, um presidente que nega que tenha acontecido uma ditadura no país.

Na última semana o presidente recomendou que a data do golpe, 31 de março, fosse comemorada, e repetiu novamente que não houve ditadura, mas sim “uns probleminhas”.

A Fenametro vem repudiar Jair Bolsonaro (PSL) e todos aqueles que negam e defendem a ditadura. É mais que urgente
fazer uma defesa dos direitos e liberdades democráticas e relembrar o que foi a ditadura.

Veja também  Empregados da RioTrilhos são caluniados por reportagem do jornal O Globo

No dia 31 de março de 1964 os militares deram um golpe no país e instauraram uma ditadura, cujo período foi de repressão, censura, sequestro, prisão arbitrária, desaparecimento, tortura e assassinato de milhares de mulheres, homens e crianças.

Ditadura nunca mais!