Notícias

Confira as categorias que já aderiram a Greve Geral

29.06.17 Geral, Notícias Tags:,

Trabalhadores de todo país estarão em greve nesta sexta-feira, 30. Mais uma vez iremos paralisar nossos trabalhos para protestar e denunciar à população a política de retirada de direitos imposta pelo governo Temer (PMDB).

Os metroferroviários também farão parte desta greve, assim como diversos outros setores de transportes. No Rio Grande do Sul, no Distrito Federal e em Pernambuco já estão confirmadas as paralisações do metrô. Em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte há indicativo de greve, e haverá nova assembleia nesta quinta-feira para deflagrar e organizar.

Estaremos junto às Centrais Sindicais para barrar as Reformas da Previdência e Trabalhista, pedir a revogação da lei das terceirizações e exigir o Fora Temer!

Confira as categorias que já aderiram a Greve Geral:

Acre

Categorias que devem parar:

Bancários
SINTEAC
Urbanitários
Correios
ADUFAC
SINDACS
SINPOSPETRO
SINTEST
Auditores fiscais
Vigilantes

Ato às 8h em frente à escadaria do Palácio do Governo do Estado, em Rio Branco, seguido por caminhada até o centro da cidade

Alagoas

Categorias que devem parar:

Bancários

Ato às 8h na Praça dos Martírios, no centro de Maceió

Amapá

Ato às 8h tem ato na Praça da Bandeira, em Macapá

Bahia

Categorias que devem parar:

Ferroviários
Petroleiros
Químicos
Servidores públicos federais; estaduais e municipais; previdenciários;
Correios
Vigilantes;
Metalúrgicos
Comerciários
Professores
Sentir
Sindiferro
Sindicato dos profissionais em pesquisa
Sindiborracha;
Sindicatos da agricultura familiar
Sintercoba
Sindalimentação

Ato às 6h30 no Iguatemi
Ato às 15h no Campo Grande, em Salvador

Ceará

Categorias que devem parar:

Transporte
Educação
Comércio e Serviço
Metalúrgicos
Servidores Públicos
Bancários
Ato às 9h na Praça da Bandeira, em Fortaleza
Distrito Federal
Categorias que devem parar:
Metroviários
Rodoviários
Urbanitários
Trabalhadores em telecomunicação
Bancários
Professores
Correios
Comerciários
Professores
Saúde
UnB
Judiciário
MPU

Ato às 8h em Formosa e Brazlândia
Ato às 9h no Paranoá e em Taguatinga

Espírito Santo

Categorias que devem parar:

Metroviários
Metalúrgicos
Professores
Construção civil
Eletricitários,
Comerciário,

Ato às 12h na Assembleia Legislativa, em Vitória

Goiás

Ato às 8h na Praça Cívica, em Goiânia

Maranhão

Categorias que devem parar:

Servidores federais
Servidores estaduais
Professores das redes Estadual, municipal e universidades

Ato às 6h30 em frente ao Porto de Itaqui e ato político na sequência

Minas Gerais

Categorias que devem parar:

Educação
Saúde
Bancários
Aeroviários
Urbanitários
Metroviários

Ato às 9h na Praça da Estação, na Avenida dos Andradas, em Belo Horizonte
Ato às 9h na Praça da Estação, em Juiz de Fora

Mato Grosso

Categorias que devem parar:

Bancários
Educação
Servidores federais
Rodoviários

Ato às 15h na Praça Ipiranga, centro de Cuiabá

Mato Grosso do Sul

Categorias que devem parar:

Educação
Bancários
Construção Civil
Servidores Públicos Estaduais e Federais

Ato às 9h na Praça Ary Coelho, no centro de Campo Grande

Pará

Ato às 11h na Praça da República, com caminhada para o bairro São Brás
Ato às 8h, em Altamira, no Mercado Municipal
Ato em Santarém em frente à Praça São Sebastião
Ato às 7h30 em Marabá em frente ao estádio Zinho Oliveira
Ato às 7h em Marituba, região metropolitana de Belém, na entrada da Alça Viária

Pernambuco
Categorias que devem parar:
Bancários
Metroviários
Metalúrgicos

Ato às 15h “Arraiá da Greve Geral” na Praça da Democracia, no Derby, em Recife

Piauí

Ato às 8h para o ato na Praça Rio Branco, em Teresina

Paraná

Categorias que devem parar:

Motoristas e cobradores de ônibus
Correios
Garis
Servidores municipais
Bancários
Petroleiros
Técnicos da Saúde
Servidores da Justiça Federal
Vigilantes
Metalúrgicos
Professores

Ato às 12h em Curitiba na Boca Maldita
Ato às 8h30 em frente à Prefeitura em Araucária
Ato às 10h no Núcleo Regional de Educação em Cascavel
Ato às 8h em Foz do Iguaçu no Bosque Guarani
Ato às 8h30 na Praça 9 de Dezembro em Guarapuava
Ato às 9h no Calçadão em Londrina
Ato às 9h em frente ao INSS em Maringá
Ato às 9h em frente à Prefeitura em Paranavaí
Ato às 8h30 na Praça Barão de Guaraúna em Ponta Grossa

Veja também  O metalúrgico Waldemar

Rio de Janeiro

Categorias que devem parar:

Petroleiros
Bancários
Professores
Universidades
Servidores públicos estaduais e municipais
Metalúrgicos
Vigilantes

Ato às 17h na Candelária

Rio Grande do Norte

Ato às 15h em frente a Igreja do Alto de São Manoel, em Mossoró

Rondônia

Ato às 8h na Praça das Três Caixas D’Água, em Porto Velho
Ato às 15 em Ji-Paraná na Rua Idelfonso da Silva e caminhada até a Praça do Trevo

Roraima

Categorias que devem parar:

Professores da UFRR

Ato às 6h em frente ao Ibama na Av. Brig. Eduardo Gomes
Carreata às 9h saindo do Centro Cívico, em Boa Vista

Sergipe

Categorias que devem parar:

Rodoviários.

Ato às 14h na Praça General Valadão, em Sergipe

Santa Catarina

Categorias que devem parar:

Rurais
Agricultura familiar

Ato às 9h em Chapecó no trevo da BR-282
Ato às 15h em Florianópolis no Ticen
Ato às 16h30 na Praça João Costa em Lages
Ato às 8h em frente ao INSS em Ararangua
Ato às 9h no Largo Caçanjurê em Caçador
Ato às 5h no centro de Itajaí
Ato na Praça da Bandeira em Joinvile
Ato às 13h30 na Praça Victor Konder em Blumenau
Ato às 8h na BR-282 em Campos Novos
Ato às 9h na Praça da Catedral em Rio do Sul

São Paulo

São Paulo

Categorias que devem parar:

Metroviários
Petroleiros
Bancários
Professores
Saúde
Ferroviários vão parar a Linha 8-Diamante/Esmeralda

Ato às 16h em frente ao vão livre do Masp, em São Paulo
Ato unificado das centrais sindicais às 11h em frente à Superintendência Regional do Trabalho, no centro
Ato às 8h30 no Aeroporto de Congonhas
Ato às 7h em frente à Empresa Taiff, de onde sairão rumo à Ponte do Socorro
Ato às 8h na Praça Lorenzetti, na Mooca
Ato às 7h em frente à Metalpó/Combustol
Ato às 7h na Aliança Metalúrgica, Jaçanã

ABC

Ato dos Metalúrgicos do ABC em frente ao Sindicato às 9h, seguido por caminhada até a Praça da Matriz em São Bernardo do Campo
Químicos devem parar as principais empresas das cidades de Santo André, Diadema, São Bernardo do Campo, Mauá e Rio Grande da Serra
Professores no ABC

Osasco

Bancários vão fechar agências nas ruas centrais da cidade
Comerciários vão fechar as lojas no calçadão
Professores de Osasco farão aula pública no calçadão

Sorocaba

Categorias que devem parar:
Rodoviários
Metalúrgicos
Químicos

Ato às 8h na Zona Norte
Concentração às 9h na Praça Coronel Fernando Prestes

Ribeirão Preto

Ato às 9h na Rua Álvares Cabral
Ato às 11h na Esplanada Pedro II

São Carlos

Ato às 7h na Praça Santa Cruz
Marcha pelo centro da cidade às 9h

Araraquara

Ato às 7h na Praça Santa Cruz
Marcha às 9h pela Avenida São Carlos

São José do Rio Preto

Ato às 17h em frente ao terminal urbano

Campinas

Ato às 17h no Largo do Rosário

Guarulhos

Ato às 4h30 no Aeroporto de Cumbica

Bauru

Ato das 6h às 9h na Avenida Rodrigues Alves, em frente a Câmara Municipal

Santos

Ato às 6h na Martins Fontes, entrada de Santos via centro da cidade
Ato às 6h na Av. Presidente Wilson, em frente ao teleférico de São Vicente, na Baixada Santista
Paralisação de 40 horas dos estivadores de Santos nos terminais de contêineres Santos Brasil, Libra, Ecoporto e BTP

Jundiaí

Ato às 9h30 na Rua XV de Novembro

Mogi das Cruzes

Ato às 6h na Praça Marisa

Tocantins

Categorias que devem parar:

Educação

Ato às 8h na avenida JK