Notícias

Governo do DF corta salários e metroviários enfretam dificuldades

19.08.19 Distrito Federal, Notícias

Os metroviários do Distrito Federal, que realizaram uma forte greve da categoria de maio a julho deste ano, tiveram seus salários cortados pelo governo do DF.

A situação da categoria é crítica, e muitos metroviários e suas famílias enfrentam dificuldades financeiras. Um metroviário chegou, inclusive, a realizar uma greve de fome de uma semana, num acampamento em frente ao Tribunal Superior do Trabalho, como forma protesto ao corte de salários.

Na greve, os metroviários reivindicavam o cumprimento do acordo coletivo e se colocavam contra a retirada de direitos proposta pelo Metrô e o Governo do Distrito Federal, que foram intransigentes na negociação. Até o momento a categoria está sem acordo coletivo vigente no momento.

Veja também  VII CONGRESSO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TRANSPORTES METROVIÁRIOS DE PASSAGEIROS DO DF

Entre as pautas da greve também estavam o pagamento de valores retroativos que o metrô deve a categoria, e não foram pagos mesmo com decisões judiciais.

A categoria denuncia há anos a precarização do trabalho da categoria, que sofre com a falta de funcionários e condições de segurança.

A Fenametro apoia a luta dos metroviários e condena a postura do Metrô e do governo do DF. Repudiamos fortemente o corte de salários. Estamos em defesa do direito de greve e dos direitos dos metroviários.