Notícias

Reforma da Previdência de Bolsonaro fará com que a população morra trabalhando

20.03.19 Geral, Notícias Tags:, ,

A Reforma da Previdência proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) é em sua totalidade prejudicial, mas dois de seus pontos já indicam que uma grande parcela da população irá morrer antes de se aposentar, e outra terá uma aposentadoria de valor insuficiente para sobrevivência.

A proposta traz a imposição de uma idade mínima para aposentaria, 65 anos para homens e 62 anos para mulheres – que poderá aumentar de acordo com o crescimento da expectativa de vida. Essa idade não condiz com a expectativa de vida em diversas regiões do Brasil, como Norte e Nordeste e bairros periféricos das capitais, cuja expectativa de vida é inferior a 65 anos de idade. Isso significa que milhões de brasileiros irão morrer trabalhando.

Um outro ponto da Reforma é a necessidade de contribuição de 40 anos para recebimento de aposentadoria integral. Será necessário trabalhar por quase meio século sem ficar um dia se quer desempregado e ainda contribuir durante todo esse tempo para a previdência. Sabemos que este é um número impossível de atingir para imensa maioria dos brasileiros, já que grande parcela da população está no trabalho informal e não contribui para previdência e também enfrenta períodos de desemprego, quando também não contribui.

Veja também  Libertem os presos políticos da Greve Geral! Todo repúdio a violência da polícia!

A medida fará com que na prática muitas pessoas se aposentem com valores bem abaixo do total a que tem direito e vivam com salários miseráveis.

Precisamos mostrar que não aceitaremos a retirada dos nossos direitos! Convidamos a todos para participar das manifestações nesta sexta-feira, 22, contra a Reforma da Previdência e em defesa do direito a aposentadoria.