Publicações

SINDIMETRÔ-RS PEDE REAVALIAÇÃO DAS PRIORIDADES DA VACINAÇÃO EM AÇÃO NAS ESTAÇÕES

19.03.21 Destaques, Notícias, Rio Grande do Sul

Nesta quarta-feira, dia 17, biomédicas da Universidade Feevale acompanhadas de diretores do Sindimetrô/RS percorreram todas as 22 estações da Trensurb para testar os colegas para o covid-19. A coleta de materiais para o exame dos metroviários que atuavam na linha de frente ocorreu nos turnos manhã e tarde.Duas equipes da universidade fizeram a coleta das amostras para o teste PCR-RT, o mais eficaz para o diagnóstico da covid. Divididas em dois trechos (Norte e Sul) as equipes testaram 126 metroviários que estavam na escala de trabalho neste dia. O efetivo noturno das estações virá ao sindicato nesta quinta-feira (18) para realizar a coletagem.

O presidente do Sindimetrô, Luís Henrique Chagas, disse que a medida tem o objetivo de saber os níveis de contaminação dos metroviários da linha de frente: “Nosso receio é que a situação saia de controle, com mais colegas contaminados e doentes”, disse Chagas.

A falta de um gerenciamento nacional da crise sanitária por parte do governo Bolsonaro também se reflete na desorganização local destas ações. A Trensurb segue perdida nos critérios dos afastamentos dos suspeitos de infecção, no ritmo das testagens e também nas orientações básicas para o dia-a-dia dos trabalhadores nos setores e nas estações.

Atualmente a empresa possui cerca de 70 trabalhadores afastados por causa da doença. Cinco estão internados, sendo que destes, três estão em estado grave. No último domingo morreu o primeiro metroviário gaúcho, vítima de covid-19.

Chagas também ressaltou a importância de uma revisão nas prioridades de vacinação por parte das três esferas de governos: “A contaminação de apenas um trabalhador já coloca em risco milhares de usuários todos os dias e pode afetar a prestação dos serviços. Por isso, os metroviários pedem que a empresa atue politicamente e exija urgência na vacinação da categoria.”, enfatizou o presidente da entidade.

89º Boletim Informativo do Sindimetrô/RS

08.08.15 Rio Grande do Sul

O boletim aborda temas como a ameaça de privatização da empresa, o aumento da violência nos trens e um apanhado das principais conquistas obtidas pela categoria ao longo dos últimos quatro anos.

Traz, também, uma nota de agradecimento à categoria pela forte participação na campanha salarial deste ano e nas paralisações realizadas no primeiro semestre.

BOLETIM SINDMETRO/RS 71

13.07.14 Rio Grande do Sul

BOLETIM ESPECIAL RIO GRANDE DO SUL

13.04.14 Rio Grande do Sul

Metroviários gaúchos marcam greve no metrô para o dia 29

27.11.13 Rio Grande do Sul

Os metroviários gaúchos da Trensurb decidiram entrar em greve a partir da zero hora do dia 29, sexta-feira. A decisão foi tomada em Assembleia Geral da categoria, realizada nessa segunda – feira. A paralisação é causada pelo aumento de 45% nas mensalidades do Plano de Saúde ( Unimed) dos trabalhadores, negociado entre a estatal federal do metrô de Porto Alegre e a prestadora do serviço médico.

Na quinta-feira, dia 28, haverá uma audiência na Justiça do Trabalho entre os representantes da Trensurb e os dirigentes do Sindimetrô/RS para uma última tentativa de acordo. Se a Trensurb oferecer uma proposta de agrado dos funcionários a greve será suspensa. Caso contrário, a decisão da categoria passa a valer.

Os trens do metrô transportam cerca de 220 mil pessoas diariamente, fazendo a ligação entre a capital gaúcha e cidades do Vale dos Sinos. Em 2012, a categoria paralisou os serviços por 24 horas, em data que estava prevista a visita da presidenta Dilma para inauguração de novas estações de trens em Novo Hamburgo. Agora está prevista novamente a vinda da presidenta da República para novas inaugurações da Trensurb e o fato do ano passado pode se repetir.

Há cerca de um ano, o Sindimetrô/RS tenta negociar com a direção da Trensurb um Plano de Saúde, satisfatório e possível de ser honrado, para os funcionários da empresa. Em cinco anos, a Unimed reajustou sua mensalidade em 156%. Os funcionários do metrô tiveram 6,49% como reajuste salarial, no último dissídio coletivo.

METROVIÁRIOS DO RIO GRANDE DO SUL ESTÃO EM ESTADO DE GREVE

21.11.13 Rio Grande do Sul

Em assembleia realizada ontem (20/11) na sede do Sindimetrô/RS, os metroviários deliberaram por entrar em estado de greve pelo aumento absurdo do plano de saúde imposto pela Trensurb . Nova assembleia está marcada para o dia 25/11 às 14h30 no pátio da Trensurb. CHEGA DE ABUSOS! CHEGA DE ENROLAÇÃO! Os metroviários exigem uma solução definitiva para esse problema, que mantenha a qualidade desse serviço e respeite o bolso do trabalhador.
PARA NÓS TRABALHADORES, SAÚDE É COISA SÉRIA.

BOLETIM RIO GRANDE DO SUL/ NOV

21.11.13 Rio Grande do Sul

RS: AUMENTO ABUSIVO DA UNIMED

23.10.13 Rio Grande do Sul

A Trensurb anunciou, na segunda-feira passada, o aumento de 45% na mensalidade do Plano de Saúde dos funcionários. É um aumento abusivo, que foge completamente da capacidade de aporte de dinheiro dos trabalhadores da empresa.
O Sindimetrô/RS pediu a direção da empresa uma reunião urgente para definir a questão da Unimed. A discussão vem desde novembro passado, sem resolução. Chega de enrolação e os funcionários da empresa exigem uma definição imediata da Trensurb. Sob pena do Sindicato ter de tomar providências que façam a empresa se decidir logo. Saúde é uma coisa que não se brinca !

Fonte: Sindimetrô/RS

NO RIO GRANDE DO SUL, TRENS PARADOS

23.10.13 Rio Grande do Sul

A Trensurb anunciou paralisação dos trens até o fim da operação, da estação São Luis/Ulbra a Santo Afonso, por causa de um raio que atingiu o sistema de energia da linha. A medida prejudica milhares de usuários dessas estações e acontece por causa da precarização dos serviços da Trensurb. Com o corte de efetivos e terceirização dos serviços não há como responder a demanda como essa.

A paralisação dos trens suspendeu também a operação especial que a empresa ia fazer para os usuários da estação Anchieta que dá acesso à Arena do Grêmio.

O Sindimetrô/RS sempre alertou contra essa política de demissões da Trensurb e uso crescente de empresas terceirizadas, com pouca capacidade de responder a situações de emergência. Deu no que deu e o prejuízo maior é da população. Enquanto isso a empresa faz propaganda que vai tudo ótimo …Só no mundo da publicidade mesmo, porque na vida real os trens estão parados!

Fonte: Sindimetrô/RS

Sindimetro RS convoca categoria para assembleia geral dia 25

19.09.13 Rio Grande do Sul

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do Estado do Rio Grande do Sul( Sindimetrô/ RS), por seu presidente, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca os associados do Sindicato para participarem de Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia 25 setembro de 2013, quarta-feira, no auditório do Sindicato, situado à rua Monsenhor Felipe Diehl,48 – Humaitá – Porto Alegre – RS, em primeira chamada às 15h e , em segunda e última convocação às 15h 30min, para discutir e deliberar sobre a seguinte ordem do dia:

– Prestação de contas do ano de 2012

– Aprovação de contas do ano 2012

Porto Alegre, 18 de setembro de 2013.

Luis Henrique Chagas

Presidente Sindimetrô/RS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do Estado do Rio Grande do Sul( Sindimetrô/ RS), por seu presidente, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca os associados do Sindicato para participarem de Assembleia Geral Ordinária a ser realizada no dia25 setembro de 2013, quarta-feira, no auditório do Sindicato, situado à rua Monsenhor Felipe Diehl,48 – Humaitá – Porto Alegre – RS, em primeira chamada às 16h e , em segunda e última convocação às 16h 30min, para discutir e deliberar sobre a seguinte ordem do dia: Eleição do Conselho Fiscal.

A) Eleição da Comissão Eleitoral

B) Definição da data, hora e locais de votação.

Porto Alegre, 18 de setembro de 2013.

Luis Henrique Chagas

Presidente Sindimetrô/RS

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

  EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA A ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do Estado do Rio Grande do Sul (Sindimetrô/RS), por seu presidente, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca os associados do Sindicato para participarem da Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 28 de agosto, quarta-feira, no auditório do Sindicato, situado à rua Monsenhor Felipe Diehl, 48 – Humaitá – Porto Alegre – RS, em primeira chamada às 15h e , em segunda e última convocação às 15h 30min, para discutir e deliberar sobre as seguintes ordens do dia:

– Prosseguimento da Assembleia Geral do dia 19 de agosto de 2013

Porto Alegre, 26 de agosto de 2013

Luis Henrique Chagas

Presidente Sindimetrô/RS

Sindimetrô-RS convoca categoria para assembleia Geral dia 28, às 15h

26.08.13 Rio Grande do Sul

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do Estado do Rio Grande do Sul (Sindimetrô/RS), por seu presidente, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca os associados do Sindicato para participarem da Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 28 de agosto, quarta-feira, no auditório do Sindicato, situado à rua Monsenhor Felipe Diehl, 48 – Humaitá – Porto Alegre – RS, em primeira chamada às 15h e , em segunda e última convocação às 15h 30min, para discutir e deliberar sobre as seguintes ordens do dia: –

Prosseguimento da Assembleia Geral do dia 19 de agosto de 2013

Porto Alegre, 26 de agosto de 2013 Luis Henrique Chagas

Presidente Sindimetrô/RS

Sindicato dos Metroviários do Rio Grande do Sul encaminha contraproposta do Acordo Coletivo à Trensurb

13.07.13 Rio Grande do Sul

A  Assembleia Geral da categoria, realizada no dia 27 de junho, rejeitou por unanimidade a proposta da Trensurb de 6,49% de reajuste, para o Acordo Coletivo de 2013-2014. E encaminhou à direção uma contra proposta, relacionada abaixo: Reposição de 6,49% linear; Aumento real de 5,6%; Risco de vida de 15% para SEEST, SETRA e Manutenção; Aumento do risco de vida para 25% para a SEGUR; Reajuste de 18% no vale-alimentação; Aumento de 26 para 30 no vale mês; Adicional noturno de 50% para os admitidos após 1996; Auxílio creche/educação de R$ 330,00 para menores até 12 anos; Retorno do anuênio e do quinquênio; Abono para amortizar custo do plano de saúde de R$ 1.000,00/ano; Parcelamento do adiamento de férias para todos os funcionários em seis vezes; Adicional de 25% para trabalhadores da manutenção que conduzem veículos automotorizados; Adicional de 12% de quebra de caixa para todos que manuseiam com valores; Cumprimento da jornada noturna de 7h 30min acordada no acordo de escalas para Manutenção, SEOPE e SECOT.

Na Assembleia foi aprovada também a criação de um comitê da categoria metroviária para participar das reuniões do bloco de lutas e organizar a mobilização da nossa categoria para participação assídua nos movimentos da juventude e dos trabalhadores. Compõem o comitê Demeneghi (Mant.), Teófilo, Diana e Gilberto (SEEST), Benhur (Adm.), Venhofen (SETRA) e Gonçalves (SEGUR).

Fonte: Boletim Sindmetro-RS