Notícias

Metrô de São Paulo segue firme em suas práticas antissindicais e persegue vice presidente da CIPA, Alex Fernandes

20.10.21 Destaques, Notícias, São Paulo

​O vice presidente da CIPA – linha 3 – vermelha do Metrô de SP é suspenso por dois dias por combater estratégia que coloca em risco os trabalhadores.

A Federação Nacional dos Metroferroviários repudia perseguição e assédio moral praticado pela direção do Metrô de São Paulo, haja vista que se trata de uma empresa que tem histórico de práticas antissindicais, por diversas vezes investiu contra dirigentes sindicais, cipistas e ativistas em geral com punições e até demissões.

Mais uma vez a empresa ataca cipista que, cumprindo seu papel em defesa de melhorias nas condições de trabalho e prevenção de acidentes, com suspensão por 2 dias de forma covarde e arbitrária.

Colocamos-nos à disposição do sindicato dos metroviários de São Paulo para auxiliar nas medidas necessárias para reverter essa punição.

Não podemos permitir que a empresa tente intimidar os ativistas; tal prática é uma tentativa de calar os trabalhadores para seguir livres em seus projetos para retirar direitos e de privatização.

Nos somamos aos que exigem o imediato cancelamento dessa suspensão.