Notícias

Consórcio liderado pela CCR vence leilão das Linhas 5-Lilás e 17-Ouro do Metrô de São Paulo

19.01.18 Notícias, São Paulo Tags:, , ,

Como previsto e divulgado previamente pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo e pela Fenametro, a CCR foi a vencedora do leilão das Linhas 5-Lilás e 17-Ouro. A empresa se aliou em um consórcio ao grupo Ruas Invest, que também tem participação na operação da Linha 4-Amarela.

A categoria metroviária denunciou em coletiva realizada na quinta-feira, 11, que a provável vencedora do leilão seria a CCR, já que o edital indicava diversos direcioamentos para atender aos interesses e características da empresa.

No edital estavam previstas condições como ter experiência comprovada de no mínimo 12 meses na atuação em metrôs, ferrovias ou monotrilhos, além de transportar ao menos 400 mil passageiros por dia, condição que só a CCR cumpre no Brasil – a Invepar, outra empresa da área, só cumpre o requisito em consórcio onde atua junto a CCR.

A categoria também afirmava que a CCR foi a única empresa que realizou uma análise técnica para concorrer na licitação, e que foi, inclusive, remunerada pelo Metrô, assim como a Odebrecht, para realizar o estudo que serviu como base do pré-edital que ela mesma concorreu.

Veja também  Leia o Caderno de Teses do 6º Congresso da Fenametro

A Fenametro repudia esta política, de cartas marcadas, e denuncia as privatizações não apenas em São Paulo, mas em todo país. A privatização não traz nenhum benefício nem para população e nem para os trabalhadores, já que traz aumento da tarifa, demissões e precarização do serviço, além de estar intimamente conectada com a corrupção.

Alckmin contou com colaboração do judiciário

Para conseguir realizar o leilão o governador Geraldo Alckmin (PSDB) contou com a colaboração do judiciário.

Na quinta-feira, 18, parlamentares do PSOL obtiveram uma liminar para impedir a realização do leilão, que no início da mesma noite foi derrubada por Alckmin.

O governador e o Metrô se articularam muito rapidamente, contando com aliados no judiciário.

Categoria segue em luta

Os metroviários realizaram uma manifestação em frente a Bolsa de Valores, enquanto ocorria o leilão, e denunciaram os problemas da privatização e a vitória da CCR.

A categoria continuará mobilizada e na luta, em defesa de um metrô público, estatal e de qualidade.