Notícias

SP: Uma das maiores greves dos últimos anos

25.05.12 São Paulo

Os metroviários de São Paulo não realizavam greve desde 2007 e, em 23 de maio, a paralisação contou com adesão ampla do quadro de trabalhadores

assembleia greve230512fto2Em assembleia, os metroviários da capital paulista decidiram aceitar a proposta do Metrô e, no fim do dia, encerrar a greve, que havia sido deflagrada às zero hora de 23 de maio. A empresa ofereceu 4,15% de reajuste salarial e 1,94% de aumento real, além de aumentar o Vale Refeição (VR) para R$23 ao dia (no lugar de R$19,88), ou seja, 21,05% de reajuste, e o Vale Alimentação (VA), que passou de R$150 para R$218 (45,33% de reajuste). O aumento do adicional de risco de vida para os Agentes de Segurança (AS´s) e Agentes de Estação (AE´s) passou de 10% para 15%.

Veja também  Linha 4-Amarela coloca população de São Paulo em risco

O Metrô se comprometeu em não descontar o dia parado.

Fonte e foto: Sindicato dos Metroviários de São Paulo