Notícias

Metroviários cariocas convivem com privatização do Metrô há mais de 20 anos

31.10.19 Destaques, Notícias, Rio de Janeiro

A privatização do Metrô é uma realidade para os metroviários cariocas há mais de 20 naos. Com o menor salário metroviário do país e com uma das tarifas mais altas, a categoria estará presente na plenária de organização da luta contra a privatização dos metrôs brasileiros neste sábado, 2, em São Paulo.

A Fenametro fará no Sindicato dos Metroviários de São Paulo uma plenária aberta com sindicatos, federações, centrais sindicais e movimentos sociais.

Nos organizaremos para construir estratégias para enfrentar as privatizações da CBTU, Trensurb, Metrô DF, Metrô de São Paulo e pela reestatização do metrô do Rio de Janeiro.

Veja também  Queremos um Metrô de qualidade!

O Metrô do Rio de Janeiro é uma prova do quanto a privatização é prejudicial, onde os trabalhadores e população sofrem com a precarização do trabalho, o sucateamento do sistema, a falta de funcionários e baixíssimos salários.

A Fenametro está contra o projeto privatista do governo Bolsonaro e se coloca em defesa de um metrô público, estatal e de qualidade. A privatização é prejudicial para população e para os trabalhadores, pois precariza o serviço, aumenta a tarifa, e coloca em risco a todos.