Notícias

Metroviários de São Paulo criam Comitê em defesa do Metrô Estatal

12.08.15 São Paulo Tags:,

Campanha massiva contra a privatização será realizada para debater com a população

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo reuniu nesta terça-feira, 11, representantes de sindicatos, centrais sindicais, movimentos sociais e militantes independentes para formação de um Comitê em defesa do Metrô Estatal.

A Fenametro esteve presente, especialmente para nacionalizar essa luta, já que não apenas o metrô de São Paulo está ameaçado, como também os de Belo Horizonte e Porto Alegre.

Para Alda Lúcia Fernandes dos Santos, presidente do Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais, a privatização pode significar um aumento da tarifa, o que já é temido pelos usuários. “Acreditamos que o transporte não é mercadoria, e sim um direito”,afirmou.

De acordo com Arno  Leopoldo Rheinheimer, que é diretor da Fenametro-RS, apesar do anúncio do Ministro Kassab, a empresa (Trensurb) nega. “Precisamos de mais informações, precisamos mobilizar a categoria”, disse.

Veja também  Consórcio liderado pela CCR vence leilão das Linhas 5-Lilás e 17-Ouro do Metrô de São Paulo

O Comitê irá realizar uma grande campanha contra a privatização, na mídia, massiva, para mobilizar a população. Além disso, já estão programados atos de rua, distribuição de Carta Aberta à População, e atos regionais.

Estiveram presentes representantes do Sindicato dos Metroviários do Rio Grande do Sul, Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais, Sindicato dos Condutores, SINTUSP, trabalhadores da TV Cultura, Movimento Passe Livre, APEOESP, CSPConlutas, CUT, Intersindical, CTB, Sindsaúde, Gabinete do Deputado Raul Marcelo, Unidos para lutar, PSOL, UST, UMES, Sintaema, Fórum das Pastorais Operárias, Núcleo Anarquista daUSP, estudantes da USP e Uneso, MRT

Saiba mais sobre a privatização dos metrôs