Notícias

Operação da Linha 5 do Metrô será concedida à iniciativa privada

21.07.15 São Paulo Tags:,

A Fenametro é contra a privatização do metrô! Leia a reportagem do jornal O Estado de S.Paulo em que o governador Geraldo Alckmin afirma que concederá a operação da Linha 5 á iniciativa privada.

 

Operação da Linha 5 do Metrô será concedida à iniciativa privada

ANA FERNANDES E LUIZ FERNANDO TOLEDO – O ESTADO DE S. PAULO

21 Julho 2015 | 13h 31

Alckmin diz que até o trecho já existente do ramal, entre Capão Redondo e Adolfo Pinheiro, será repassado ao vencedor da disputa

SÃO PAULO – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), informou na manhã desta terça-feira, 21, que o governo fará o chamamento para o leilão de concessão da operação da Linha 5-Lilás. O ramal tem um trecho operado hoje pelo Metrô, que liga a região do Capão Redondo à Estação Adolfo Pinheiro, em Santo Amaro, na zona sul da capital paulista. Há também um trecho em construção, segundo o governador, “rigorosamente no prazo”, que ligará a linha à malha metroferroviária nas Estações Santa Cruz, da Linha 1-Azul, e Chácara Klabin, da Linha 2-Verde.

“Estamos abrindo o edital de concessão e a empresa que ganhar vai operar toda a Linha 5, inclusive a parte já concluída e em operação. Toda a Linha 5 será privada”, afirmou o governador, ao se dizer “otimista” com o efeito da medida sobre emprego e melhoria na logística.

A Linha 5 é a única na capital que não tem ligação com as demais linhas do Metrô, apenas com a Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A entrega do trecho de conexão tem previsão de ser concluída até 2018.

O secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, disse que uma das possibilidades seria exigir como contrapartida da iniciativa privada a construção de uma extensão da linha na outra ponta, em direção à zona sul, do Capão Redondo até o Jardim Ângela, mas que isso ainda não está definido – nem sequer existe projeto para esse possível trecho.

Veja também  Comissão da Verdade e Justiça Metroviária é instaurada

O governador preferiu não falar em detalhes e disse que as possibilidades estão em aberto. “Vamos verificar qual a melhor modelagem disso. Nós podemos fazer a concessão por mais investimento, em que ganha quem oferecer mais investimento, ou onerosa, em que ganha quem paga mais para o governo.”

Tecnologia. Alckmin anunciou a concessão como a primeira que será leiloada através de uma plataforma digital lançada nesta terça-feira pelo governo estadual, por meio de um memorando de entendimento assinado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O objetivo da plataforma, segundo o governo, é dar transparência e agilidade para a realização de concessões e de parcerias público-privadas (PPPs). Apesar de ter anunciado o edital para conceder a operação da Linha 5, Alckmin não falou em datas ou de um prazo para se definir o modelo do edital.

Questionado, o governador disse que a cessão para iniciativa privada das linhas de monotrilho em construção – Linhas 17-Ouro e 15-Prata – também está em estudo pelo governo.

Reportagem divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo